Como acelerar seu inglês na quarentena

Estamos em maio e já se passaram quase dois meses de quarentena. E isso não só aqui no Brasil, como vimos, está acontecendo no mundo inteiro.

Estamos vendo que um dos principais desafios durante esse período, que é inédito para todos nós, é manter a sanidade mental. Nossa cabeça pode ser nosso maior aliado, mas também nosso maior inimigo, e nesse artigo meu objetivo é te ajudar a fazer de sua mente o seu maior aliado no seu aprendizado e fluência do inglês.

Para começar, o primeiro ponto que precisamos entender é que quase tudo na nossa vida é reflexo da nossa mente. Seja por nossas atitudes, comportamento, sucesso, aprendizados, falhas e etc… Então como fazer a nossa mente ser forte, resiliente e focada no seu próprio sucesso?

Eu ouso dizer que o inicio é conhecendo a si próprio. Conheça a si mesmo e terá o mundo em suas mãos. Isso porque quando conhecemos nossas limitações, onde temos talento e nos destacamos e onde precisamos melhorar, conseguimos ter o domínio quase que completo do nosso agir. Chamo isso de consciência plena.

Mas e aí, o que isso tudo tem a ver com aprender inglês de verdade? Tem tudo a ver, porque aprender um novo idioma é puramente uma atividade mental, e por incrível que pareça, e também o contrário do que nos é ensinado, o ciclo de aprendizado de um novo idioma pode ter muito mais limitações psicológicas do que relacionadas ao conteúdo da língua em si.

Vou te dar um exemplo: Na FALA, alguns de nossos alunos quando chegam até nós já estudaram por anos, e existem aqueles que até por mais de 10 anos. Para esses alunos pouco falta para o aprendizado do conteúdo do idioma, mas na hora da fluência, de se comunicar, eles tem uma certa dificuldade. Isso é uma limitação psicológica, e que tem que ser tratada como algo da mente para que seja superada.

Nessa quarentena e no pós-quarentena você pode acelerar o seu inglês com essas dicas:

  • – Fazer um mapa mental sobre si próprio:

Fazer um mapa mental para que de uma forma visual você consiga identificar e enxergar facilmente suas fortalezas e suas fraquezas.

  • – Tenha um mentor ou conselheiro:

Ter um mentor ou conselheiro é muito importante para nos manter no caminho, é como um guia para quando não conseguir sozinho, este o ajude a manter o foco e direção correta, e caso precise podemos te ajudar na FALA!

  • – Trabalhe para mitigar suas dificuldades e para destacar seus talentos:

Uma vez que você tem seu mapa mental feito irá conseguir ver suas fraquezas, e são nelas que você deve focar para melhorar, para diminuir. E de outro lado, você também irá ver suas fortalezas, e essas devem ser cada vez mais destacadas, pois fazem você brilhar.

  • – Coloque em prática, muita prática e se desafie:

Feito tudo isso, agora é hora de sair da teoria e colocar tudo na prática, e digo muita prática. Para isso muitas vezes temos que nos desafiar, vencer bloqueios que podem até “doer”, mas o resultado e sensação depois são maravilhosos. Vai pra rua e mostra o que você pode fazer.


[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]