Recebemos o Consul americano aqui na FALA!

 

Na semana passada dia 17/10/2019, recebemos o Consul Honorário do Brasil, Joel Stewart, no office da FALA!

Tivemos o imenso prazer de compartilhar um pouco do trabalho que a FALA! vem desenvolvendo, e também de conhecê-lo um pouco.

Ficamos felizes com essa visita, queremos cada vez mais que a FALA! cresça e apareça, pois, são visitas surpresas como essas que as vezes nos abrem alguns caminhos.

Um agradecimento especial ao Parque Tecnológico de Sorocaba por nos apresentar ao Consul Joel Stewart.

“Oportunidades as vezes batem à porta, esteja sempre pronto para atendê-las!”

Como se preparar para uma entrevista em inglês

Entrevistas de emprego geralmente são estressantes e em inglês pode ser duplamente.

Um English Coach irá lhe ajudar a se preparar para sua entrevista em Inglês com mais confiança e atenção do que você pode se preparar para uma entrevista de emprego regular (embora você também deva estar preparado para isso!), para que você possa sentir-se mais confortável para grande dia.

A preparação é fundamental

Prepare-se para sua entrevista de emprego na língua inglesa como faria em qualquer outra entrevista.

Isso pode incluir pesquisar a história e a missão da organização, determinar o tempo necessário para chegar ao local da entrevista, organizar seus materiais e escolher uma roupa.

Antecipar possíveis perguntas com English Coach

A maioria dos entrevistadores tem uma lista de perguntas para determinar se você se encaixaria na posição e na organização como um todo. Exemplos de perguntas podem incluir:

  • Como você descreveria a si mesmo?
  • Quais são os seus pontos fortes?
  • Quais são seus pontos fracos?
  • Porque você quer trabalhar aqui?

Um English Coach lhe orientará a determinar como responder a essas e outras perguntas da entrevista em Inglês.

Esteja preparado para fornecer exemplos da vida real que façam referência ao seu histórico profissional. Consulte o anúncio de emprego em si para obter palavras-chave e qualidades dos candidatos ideais para a vaga, que você pode utilizar em suas respostas. Evite memorizar suas respostas para parecer o mais natural possível durante a entrevista.

Se durante a entrevista você perceber que não entendeu uma pergunta, não tenha medo de pedir ao entrevistador que repita ou reformule a pergunta. Isso é completamente normal e acontece em muitas entrevistas entre pessoas fluentes em Inglês.

Role-Play a entrevista com English Coach

Uma maneira de praticar suas habilidades de linguagem é representar a entrevista. Durante as sessões de English Coach utilizo a técnica de Role-Play, onde atuo como entrevistador recitando as perguntas da entrevista em inglês e também forneço o feedback sobre suas respostas.

Utilizo também o método de gravação durante a entrevista, gravando suas respostas (no seu celular, computador ou outro dispositivo de gravação) durante o Role-Play para que sejam ouvidas e aperfeiçoadas.

Durante a sua dramatização, preste atenção à velocidade e clareza do seu discurso para garantir que suas respostas sejam entregues corretamente e compreensíveis. As pessoas tendem a falar mais rápido quando estão nervosas, por isso, ao praticar a fala lenta e clara durante a dramatização, você se sentirá mais relaxado e confiante durante a entrevista real.

Vai fazer uma entrevista e precisa de ajuda? Entre em contato com o time da Fala Education hoje mesmo e agende sua sessão com um English Coach.

 

Fonte> http://benattiweb.com/como-se-preparar-para-uma-entrevista-em-ingles/

 

O que sentimos sobre o nosso Brasil quando vamos morar em outro país?

Por Jonas Vieira

Depois de dois anos de experiência vivendo em um outro país, na Alemanha, quando voltei para o Brasil, por decisão própria pois recebi pedido para continuar em meu estágio.

Quando cheguei no Brasil tive duas sensações, sentimentos. O primeiro foi de alegria, que estava de volta com minha família, amigos, meu povo. Que estava no local onde cresci e construí toda minha estrutura de vida. Mas a segunda sensação foi um pouco diferente, foi um pouco de revolta, com uma mistura de decepção, mas também com um sentimento inconformado. Me fiz uma pergunta: “Como pode um país com tanto potencial estar nessa condição hoje?”

Muitas vezes as pessoas que nunca tiveram uma experiência internacional falam e pensam que o Brasil é um país que nunca vai dar certo, que não tem jeito mesmo. Mas a maioria das pessoas que conheço que já tiveram essa experiência internacional, e são bastante, o sentimento é exatamente ao contrário.

Chegamos em países considerados de primeiro mundo e vemos que o Brasil tem sim potencial de ser igual e até melhor que esses países. Que o capital humano que temos, ao mesmo tempo que hoje está direcionado para esse “jeitinho brasileiro”, tem um potencial gigantesco de se tornar a razão para nos tornarmos a potência mundial do próximo século, ou quem sabe da próxima década.

Meu propósito e o de muito que já viveram isso, é hoje melhorar o nosso país, e na minha visão, o único caminha para que isso se concretize é investindo em educação.

EDUCAÇÃO É INVESTIMENTO, não é gasto. E se admiramos as grandes pessoas influentes do mundo antigo e moderno, se admiramos as grandes potencias e invenções genais do mundo, é tudo graças a educação.

E vou mais longe, se hoje estamos aumentando a expectativa de vida das pessoas, melhorando serviços médicos, realmente qualidade de vida para nós, é tudo graças a educação. Antigamente as pessoas morriam de cólera, uma doença que matou muita gente porque era transmitida pela água e as pessoas não sabiam disso. Faltava conhecimento, base da educação.

Quer mudar de vida, mudar o rumo do seu futuro?

Quer fazer a diferença no mundo, contribuir para a nossa melhoria?

Invista em educação, em conhecimento.

Educação não é diploma, educação é conhecimento!

Acompanhe a Fala nas redes sociais